sábado, 6 de fevereiro de 2010

Cafezais em flor


Por vezes via ao longe, a beleza infinda
Do cafezal em flor, onde o branco reluzia
Era algo profundo, coisa rara, muito linda
que infelizmente, não vejo mais hoje em dia


Cigarras, em bandos, barulhentos, apareciam
Por todo cafezal feito nuvens que gotejavam
Eram tantas, que as crianças se divertiam
E as cigarras feias e pesadas, cantavam

Dias passados, apenas vestígios se via
A festa acabara, as cigarras, sumiam
O cafezal por muitos anos continuaria
Até que novamente elas apareceriam


Mas para tristeza e espanto, eu pude ver
O cafezal ser transformado em pasto de boi
Onde nada mais se pudesse plantar ou colher
E a beleza do canto ou das flores, também se foi


Maria Rita Bomfim

3 comentários:

  1. Eu amei esse carinho, obrigada e parabéns pelo blog, vc realmente ama o que faz
    MRitaB

    ResponderExcluir
  2. Hoje eu não sei dizer.
    Só sei sentir..
    Há dias em que palavras
    não são capazes de traduzir
    o sentimento.Bom mesmo
    é ser compreendido
    mesmo quando não sabemos
    dizer...Amar é uma forma
    de crêr em silêncio!

    Bom Domingo! Beijos na alma!

    ResponderExcluir
  3. LINDO !!!
    perfeito teu blooooog :D
    ameiii.

    ResponderExcluir